• Home page
  • >
  • Blog
  • >
  • Saiba antes quanto você pode pegar no consignado do INSS

Saiba antes quanto você pode pegar no consignado do INSS

Publicado:

O pagamento das parcelas do empréstimo consignado ocorre de forma automática sobre o salário do cliente que solicitou o dinheiro. Aposentados e pensionistas do INSS que solicitam o esse empréstimo terão as parcelas descontadas na folha de pagamento do seu benefício, por isso, receberão uma aposentadoria menor durante o mês.

É importante saber que, embora o pagamento do empréstimo consignado seja automático e ocorra sobre o valor da aposentadoria ou pensão, existem regras para que a cobrança seja feita. Os bancos devem, obrigatoriamente, respeitar a margem consignável do pagamento recebido pelo beneficiário. Além disso, os clientes que se encaixam nessa categoria têm até 60 meses para quitar o empréstimo consignado.

Veja abaixo mais informações sobre o limite de crédito consignado que aposentados e pensionistas podem contratar e descubra se vale a pena solicitar o empréstimo.

Entenda a margem consignável do empréstimo

O empréstimo consignado é descontado diretamente da folha de pagamento do beneficiário do INSS. Esse desconto não pode ultrapassar 35% da aposentadoria ou pensão recebida pelo cliente, sendo que 5% são direcionados ao limite de um cartão de crédito consignado. O limite de 35% consiste na margem consignável do empréstimo, portanto, as parcelas não podem ultrapassar o valor.

Os bancos e financeiras que trabalham com o empréstimo consignado farão a análise de crédito e consultarão o limite que pode ser utilizado do benefício recebido pelo cliente. De acordo com o resultado da simulação, o banco concederá o crédito ao cliente e estenderá o desconto na folha de pagamento durante os meses em que o aposentado ou pensionista escolher para atrapalhar o orçamento.

Para se ter uma ideia do valor disponível na margem consignável, teremos como exemplo um aposentado que recebe R$ 1.500 do INSS todos os meses. Com esse benefício, multiplicaremos o valor por 0,35. A margem consignável do beneficiário será de até R$ 525, mas as parcelas do empréstimo não poderão ser maiores que R$ 420. O banco ou a empresa de crédito só poderão liberar o crédito com essa margem de pagamento mensal.

Caso não saiba ao certo o valor total do seu benefício atualmente, o extrato de pagamento do INSS pode ser consultado gratuitamente pela internet e no banco em que recebe a aposentadoria ou pensão. Veja abaixo como fazer em cada local!

Como consultar o extrato de pagamento do INSS

Atendimento na plataforma Meu INSS

A Previdência Social possui uma plataforma online para que beneficiários e contribuintes consigam fazer agendamentos e outros tipos de solicitações de forma mais prática e segura, sem precisar ir até um posto de atendimento do INSS. Para acessá-lo, o primeiro passo é fazer a inscrição no cadastro do Governo Federal, o Gov.br. Por meio do login com CPF cadastrado, o beneficiário conseguirá utilizar os serviços do Meu INSS. Para isso, no site do Gov.br, clique em “Crie sua conta gov.br”.

Na tela seguinte, escolha o cadastro por meio da numeração do CPF para fazer a inscrição de forma mais fácil e sempre acessar o Meu INSS com o documento e a senha cadastrada.

O beneficiário terá que informar outros dados pessoais na próxima fase do cadastro, incluindo o CPF e o seu nome completo. Depois, ele deve clicar em “Avançar” e validar o restante dos dados para habilitar o cadastro no Gov.br. O usuário também terá que fazer uma confirmação por e-mail ou telefone celular, além de cadastrar uma senha na plataforma.

Após completar e confirmar o cadastro, o aposentado ou pensionista deverá de acessar o site do Meu INSS e, logo na página inicial, clicar em “Entrar”. Na janela do Gov.br que abrir, preencha os campos com o CPF e senha cadastrados no sistema do Governo Federal.

A página de serviços online do INSS abrirá com todas as opções de requerimentos disponíveis. Para descobrir os valores que recebeu nos últimos meses, escolha a opção “Extrato de Pagamento”, como na imagem abaixo.

Na página seguinte estarão os depósitos da aposentadoria ou pensão que o beneficiário recebeu recentemente. A partir dos valores mais recentes, aplique a multiplicação de 0,35 e descubra quanto poderá pagar por mês pelo empréstimo consignado. Se preferir, imprima os depósitos mais recentes e leve até o banco quando for solicitar o crédito. Veja abaixo como é a tela do extrato de pagamento do Meu INSS:

Como emitir o extrato de pagamento do INSS no banco

Para tirar o extrato da aposentadoria ou pensão, o beneficiário pode comparecer à agência bancária onde recebe o valor todos os meses e retirar o documento nos guichês do banco ou caixas eletrônicos. A consulta é feita por meio do cartão magnético da conta e a senha do cartão. Dependendo do banco onde o benefício é liberado, o extrato do INSS também pode ser consultado por aplicativo ou no internet banking.

Consigo fazer mais de um empréstimo consignado ao mesmo tempo?

Sim, é possível. No entanto, se a margem consignável já estiver sendo utilizada para outro empréstimo, o beneficiário comprometerá outra parte do seu salário e, consequentemente, receberá menos durante o mês. Com uma margem de R$ 450 e um empréstimo em pagamento com parcelas de R$ 250, por exemplo, uma nova contratação poderá ter parcelas máximas de R$ 200.

É necessário ter cuidado para não contratar mais de um empréstimo consignado e acabar fazendo uma dívida que suje o seu nome no futuro. Avalie bem o orçamento antes de contratar um novo crédito!

Veja também!