• Home page
  • >
  • Blog
  • >
  • Consulte o Extrato do INSS online e descubra a margem do seu empréstimo consignado

Consulte o Extrato do INSS online e descubra a margem do seu empréstimo consignado

Publicado:

Para saber quanto é possível pegar no empréstimo consignado INSS, aposentados e pensionistas podem consultar o seu extrato do INSS e ter uma ideia de quanto, em média, pode ser contratado. Sendo um dos créditos mais baratos do mercado, esta modalidade é uma ótima opção para quem está precisando de dinheiro.

O interessado no empréstimo consignado pode contratar até 30% do benefício ou salário (no caso de funcionário públicos e de empresas privadas), o que é chamado de margem consignável. Essa margem existe exatamente para evitar que o cliente pegue mais do que ele realmente pode pagar. Assim, é mais fácil ficar longe das dívidas.

Entenda abaixo como você pode fazer a consulta do extrato do INSS de forma fácil e sem sair de casa, e ainda saber qual a sua margem consignável.

Consulta online extrato INSS

Para fazer esta consulta, basta acessar o Meu INSS, serviço online de atendimento do INSS. Acompanhe o passo a passo abaixo.

Passo 1. Acesse o Meu INSS e clique em Entrar.

Passo 2. Caso você já tenha um cadastro, coloque o número do CPF e a sua senha, e vá para o passo 3. Se ainda não, clique em “Clique sua conta gov.br”.

Selecione a opção “Número do CPF” e prossiga com o cadastro inserindo o seu CPF, nome completo, demais dados pessoais e cadastrando uma senha para acesso.

Passo 3. Na página principal, onde você verá os serviços em destaque, clique em “Extrato de Empréstimo” para conferir qual é a sua margem consignável.

Como saber qual é a minha margem consignável

A margem consignável é o que determina até quanto se pode pegar emprestado no consignado. O seu objetivo é proteger tanto as empresas que disponibilizam este tipo de crédito, como o tomador do empréstimo. Desse modo, ela evita não só o calote, como o endividamento.

A margem é equivalente a 35% do benefício recebido pelo aposentado ou pensionista. Dessa porcentagem, apenas 30% pode ser usado no empréstimo, ficando os 5% reservados para o uso do cartão de crédito consignado, se houver o interesse. Dessa forma, ela é o valor máximo que a parcela do empréstimo pode ter.

Para encontrar a sua margem consignável, basta saber qual é o seu benefício líquido e multiplicá-lo por 0,3. O benefício líquido nada mais é do que o valor da aposentadoria ou pensão menos os descontos. Em outras palavras, é o valor de fato recebido, que entra na sua conta. Se você recebe R$ 2 mil líquido de aposentadoria, sua margem será de R$ 600, e a parcela do empréstimo não poderá ser maior que este valor.

A margem consignável também é considerada quando o cliente já tem um empréstimo e quer solicitar outro. É possível ter mais de um empréstimo, porém, é necessário que a margem seja respeitada. Assim sendo, se um aposentado que recebe R$ 2 mil por mês paga R$ 300 por mês de empréstimo consignado, o seu próximo crédito não poderá ter parcelas maiores do que R$ 300.

O empréstimo consignado vale a pena?

Sim. A modalidade de crédito consignado é uma das mais baratas encontradas no mercado, oferecendo taxas de juros atrativas. Desse modo, o empréstimo é uma das melhores escolhas para quem está precisando de dinheiro.

Para que o empréstimo valha mais a pena, é importante, antes de tudo, comparar as taxas, a fim de encontrar a melhor taxa e fechar um bom negócio para o seu bolso.

Apesar disso, é preciso se lembrar de que o pagamento das parcelas é descontado diretamente do benefício recebido. Assim, o valor mensal recebido será menor até que a dívida seja completamente quitada. Neste caso, vale fazer um planejamento financeiro, para não ser pego de surpresa.

Veja também!